Turquia tem reviravolta: manifestações barram os golpistas

Postado por Modesto Neto às 14:45

Esquerda Diário

De acordo com as últimas notícias do jornal espanhol El País, e pela CNN turca, os setores das Forças Armadas que protagonizaram o golpe militar e decretaram a lei marcial na Turquia não conseguiram se consolidar. O presidente turco Recep Erdogan chamou seus partidários a saírem às ruas e frearem a tentativa de golpe, que ocorreu na noite dessa sexta-feira. Atendendo ao chamado de Erdogan se produziu uma reviravolta na situação, e pela cadeia nacional de TV se pôde ver os militares golpistas sendo presos.

A situação antes desse novo desfecho era extremamente tensa. As manifestações contra o golpe militar envolveram trocas de tiros em Ankara e Istambul, e confrontos em diversas regiões do país. A agência de notícias governamental declarou que cerca de 17 policiais foram mortos, e houve ocupação das ruas por tanques nas imediações do parlamento, e um helicóptero dos militares golpistas teria sido derrubado.

Essa rápida mudança na situação da Turquia também foi produto da conclamação feita pelas mesquitas, que chamaram a população a se lançarem contra os tanques, de modo a impedir a consolidação do golpe militar. Nesse momento se pode seguir pelas redes sociais a publicação de manifestantes contrários ao golpe militar tomando as ruas de Istambul e Ankara. O aeroporto Internacional Ataturk também está tomado de manifestantes e todos os vôos estão cancelados. Erdogan ainda não fez uma declaração pública, mas está rumando para Ancara.

Categorias: