PSOL lança chapa com Erundina e Ivan Valente para prefeitura de São Paulo

Postado por Modesto Neto às 23:50

No último sábado (11) a quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo, na rua Tabatinguera, ficou pequena para a quantidade de pessoas que foram até lá assistir ao lançamento da pré-candidatura da deputada Luiza Erundina à prefeitura de São Paulo nas eleições municipais deste ano. Cerca de 1,5 mil pessoas, entre filiados do partido, militantes sociais e apoiadores aplaudiram, com entusiasmo, a chapa do PSOL na maior cidade do país, formada também pelo deputado Ivan Valente, como candidato a vice-prefeito.

O ato contou com a participação de diversas lideranças do partido, entre os quais o presidente nacional do PSOL, Luiz Araújo; o presidente do PSOL-SP, Joselício Júnior (Juninho); o deputado federal Chico Alencar (RJ); a pré-candidata a prefeita de Porto Alegre, Luciana Genro; o deputado estadual e pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo; e o deputado estadual e pré-candidato a prefeito do Recife, Edilson Silva.

“Mais do que administrar e governar São Paulo, vamos liderar politicamente e garantir que os destinos do país se corrijam e se encaminhe uma solução para todas as cidades. Somos grandes porque temos as mulheres, os negros, os LGBTs, os jovens e os idosos, como eu, com a gente. Eles estão protagonizando um novo momento da vida política do país, como a juventude, juntando tanta gente e tanta força”, disse a candidata, que foi a primeira mulher a ser eleita para a prefeitura da cidade, nos anos 1980.

Em sua fala, Ivan Valente enfatizou a atuação destacada da bancada do PSOL na Câmara e reafirmou o compromisso do partido com a construção de uma nova sociedade. “Fomos nós os que mais apresentaram na Câmara a luta pelo Fora Cunha e pelo Fora Temer. Almejamos mais do que ética, almejamos uma sociedade de iguais, socialista, com distribuição de renda e protagonismo popular, e é por isso que esse projeto é tão grandioso. Queremos a total liberdade de expressão e manifestação dos trabalhadores, por isso somos contra qualquer lei antiterrorista. O que nos une há muito tempo, é a justiça, pois aqui não se une torturadores. Precisamos disso para virar uma página na história do Brasil “, afirmou.


O colega de bancada Chico Alencar explicou o significado da candidatura de Erundina para a população de São Paulo. “Luiza Erundina é o melhor para São Paulo, pois representa a contestação a tudo que está levando ao derretimento o sistema político brasileiro. Ela pode juntar o local, regional e cotidiano com o nacional, porque é uma pessoa da grande política, não da corrupção e do fisiologismo. Essa é a nossa força. Essa é uma conjunção linda que hoje começa a caminhar”, disse.

Luiz Araújo, presidente nacional do partido, lembrou a trajetória da pré-candidata, considerada unanimidade entre os militantes da esquerda brasileira. “Luiza Erundina é, pela sua trajetória de vida, para o Brasil o que Mujica (José Mujica, ex-presidente uruguaio) é para o Uruguai: a prova de que podemos ter políticos honestos, coerentes, que não enriqueceram com os cargos e que não são apegados ao poder. Bons exemplos para novas gerações”.


Reforçando o mote da campanha “Os sonhos não envelhecem” – uma referência ao trecho da música de “Clube da Esquina nº 2”, de Milton Nascimento, Lô Borges e Márcio Borges – Araújo considera a chapa do PSOL a representação do novo na disputa em São Paulo. “Como eu disse durante o ato, ela e Ivan serão as candidaturas mais jovens na disputa de São Paulo”.
Categorias: