Enfermeiras e técnicas de enfermagem continuam em greve em Angicos

Postado por Modesto Neto às 15:03


Desde o dia 13 de abril as enfermeiras e técnicas em enfermagem de Angicos (RN) estão em greve por melhores condições de trabalho e por reposição salarial. Na manhã da segunda (2/maio) os dirigentes do Regional Mossoró do Sindicato dos Servidores da Saúde (o SINDSAÚDE) estiveram buscando interlocução junto ao Poder Executivo para o atendimento das demandas, mas novamente não houve negociação.

Após buscar contato com o prefeito Júnior Batista (DEM) os servidores realizaram um ato de repúdio ao lado do agência local do Banco do Brasil e em frente à Prefeitura Municipal. O acadêmico de Biomedicina, ex-trabalhador da saúde local e dirigente do PSOL em Angicos, Neto Monteiro, participou da atividade e se solidarizou com as trabalhadoras. “As mulheres enfermeiras e trabalhadoras tem toda nossa solidariedade para enfrentar esse Governo que não entende absolutamente nada de saúde”, disse Neto Monteiro.



Em uma contenda judicial o prefeito Júnior Batista (DEM) pediu a suspensão da greve para um período de campanha de vacinação, alegando que a greve comprometia os serviços da pasta da saúde com menos de 30% de trabalhadores da categoria disponíveis em seus respectivos postos de trabalho. O juiz em primeira instância na comarca de Angicos concedeu pedido favorável ao prefeito, mas uma liminar já suspendeu a decisão e a greve continua. A alegação sobre os menos 30% de servidores disponíveis é falsa e a liminar concedida explicita este fato.

Novas ações por parte do SINDSAÚDE serão pensadas para os próximos dias em conjunto com as trabalhadoras em greve. Uma comissão de grevistas e do sindicato visitaram o Ministério Público onde reivindicam que o MP atue na interlocução e mediação da pauta grevista junto a Prefeitura Municipal de Angicos.

Categorias: