Aliados de Cunha tumultuam Comissão do Impeachment para impedir o debate

Postado por Modesto Neto às 22:05

Na noite desta quarta-feira (30), aliados de Cunha impediram o debate político, causando tumulto durante a sessão da Comissão Especial do Impeachment que recebeu os juristas Miguel Reale Jr e Janaína Paschoal, autores da denúncia contra a presidente Dilma.

O tumulto começou quando o presidente da Comissão, Rogério Rosso (PSD/DF), decidiu encerrar a audiência sem dar a palavra a todos os líderes partidários que estavam inscritos. O acordo com o presidente da Comissão era o de manter a sessão, mesmo com o início da ordem do dia, uma vez que os trabalhos no plenário da Casa impossibilitam deliberações nas comissões, mas não impedem a continuidade de audiências públicas.

O deputado Ivan Valente, um dos líderes impedido de falar, questionou a decisão de Rosso em cessar a continuidade do debate e acabou sendo insultado por aliados de Cunha ao final da sessão, quando prestava esclarecimentos e denunciava o ocorrido a imprensa ali presente.

“Rogério Rosso acaba de cometer um erro grave. Rompeu acordo estabelecido com os líderes partidários, perdeu a nossa confiança, encerrou a sessão impedindo o debate”, afirmou Ivan Valente.


“Não vamos nos intimidar diante de provocadores. Queremos o debate, sem manipulação. Impeachment sem prova de crime de responsabilidade é golpe”, finalizou o líder do PSOL na Câmara.
Categorias: