Aula Pública em Angicos agita e fortalece a greve na UFERSA

Postado por Modesto Neto às 13:31


Nesta terça-feira (7) muitas manifestações marcaram o dia em Brasília (DF) na Marcha Nacional em Defesa da Educação. Mais de 5 mil pessoas tomaram as ruas da capital federal para pressionar o Governo Dilma Rousseff contra os cortes na educação e em busca de uma solução para as greves das universidades federais que somam mais de 40 dias.

As manifestações que ocorreram na terça em Brasília não foram às únicas do Brasil. Algumas cidades universitárias tiveram manifestações para marcar o dia de muitas mobilizações. Esse foi o caso da cidade de Angicos, no interior do Rio Grande do Norte, que teve nos últimos anos a instalação de um campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) que também está em greve.

O Comando Local de Greve realizou uma Aula Pública para discutir o momento decisivo da greve e o papel das universidades na sociedade. O ato contou com as representações de entidades nacionais como CSP-Conlutas, o ANDES e a Assembleia Nacional dos Estudantes Livres (ANEL).  Os militantes da Nova Práxis (tendência interna do PSOL) e representantes dos núcleos do PSOL das cidades de Angicos e Fernando Pedrosa também estiveram presentes.

Os professores da UFERSA-Angicos, Sueldes Araújo e Magnus Gonzaga, mediaram à mesa dos debates que contou também com a participação de professores da UFERSA-Mossoró como o docente do curso de Direito, Jairo Pontes e a professora e bióloga Cristina. O representante do Centro Acadêmico de Direito da UFERSA, Johnata Macêdo também esteve presente e falou em nome do movimento estudantil em defesa do movimento grevista da universidade tendo em vista a recusa do Governo em negociar com as categorias de trabalhadores da educação federal.

O estudante da UnP João Paulino também se solidarizou com ao greve da UFERSA em nome dos estudantes das universidades privadas que também estão enfrentando muitas dificuldades. Modesto Neto em nome da ANEL e da Nova Práxis realçou a necessidade de radicalizar contra os “cortes criminosos do Governo Dilma e Levy” e defendeu que os movimentos em greve tenham “passo firme rumo a Greve Geral”. A Aula Pública serviu como instrumento para fortalecimento da greve e é apenas uma dentre outras atividades que ocorrerão sendo tocadas pelo Comando de Greve.


Notícias da greve das universidades federais e outras atividades podem ser vistas no site da Greve Docente Nas Federais AQUI.


CONFIRA MAIS IMAGENS:










Categorias: