Angicos: 53% consideram Segurança Pública prioridade

Postado por Modesto Neto às 00:50

Entre o final de março e o inicio de abril do corrente ano, na pequena cidade de Angicos, um levantamento foi feito para diagnosticar qual o serviço público precisa de maior atenção por parte dos poderes constituídos. O Instituto de Estudos Estratégicos do Rio Grande do Norte (IEE-RN) foi o responsável pelo estudo e a aplicação dos 300 questionários na zona urbana da cidade, distribuídos em todos os bairros de acordo com estudo demográfico.

Majoritariamente os angicanos responderam que a segurança pública é o serviço que mais lhe preocupam. Mais da metade da população, exatos 53%, consideram que segurança deve ser prioridade no atual momento.

Em segundo lugar o serviço tido também como prioritário é a saúde que é a preocupação principal de 35% da população, seguida por educação com 7%, habitação com 4% e geração de emprego e renda com 1%.

A pequena cidade de Angicos tem aproximadamente 12 mil habitantes e encontra-se localizada na região central do Rio Grande do Norte, embora tenha todos os aspectos de um lugar tranquilo e pacato, vive-se uma crise de segurança sem precedentes na história local recente. O aumento vertiginoso da insegurança e da criminalidade preocupa a população. Delitos como assaltos e arrombamentos de residências e prédios comerciais tem se tornado acontecimentos frequentes.


O PSOL realizou o I Seminário Angicos em Debate colocando em pauta a questão da segurança. Outros fóruns e debates estão sendo articulados por outros setores da sociedade angicana. 
Categorias: